Thorn: Combatendo a chantagem sexual

Saiba mais

Como você ajuda adolescentes a protegerem amigos e amigas — e a si — da chantagem sexual?

Saber em quem confiar pode ser complicado, especialmente quando você é adolescente. Quando você adiciona mídia social — e a internet em geral — na equação, as coisas ficam realmente difíceis. Chantagem sexual com a ameaça de revelar fotos íntimas que você enviou a alguém, pode arruinar sua vida. A Comrade, consultoria especializada em estratégias e design de experiências digitais situada na Califórnia e adquirida pela CI&T em 2017, criou um microsite para dispositivos móveis apresentando um vídeo animado sobre o tema e um mecanismo de compartilhamento social proeminente para fazer adolescentes falarem sobre esse assunto importante.

Woman reading sextortotion website on a phone

No tom certo

Falar francamente com adolescentes sobre sexo, consentimento e assédio é incrivelmente desconfortável, mas igualmente importante. Mantivemos um foco inabalável em abordar esse assunto delicado com tato e compreensão. Equilibrando simpatia e acessibilidade com a seriedade necessária para transmitir uma conversa real, fomos capazes de criar uma estratégia de mensagens que deu à adolescentes um espaço acessível e de apoio para pensar sobre seu poder de impedir a chantagem sexual.

Também tivemos muitas conversas ricas com pais, educadores e adolescentes para ter certeza de que entendíamos o panorama atual da adolescência, de marcas importantes a vozes de confiança, aplicativos e serviços de mensagens.

A illustration of two cats holding each other with the words

Equilibrando diversão e seriedade

Os adoráveis gatos antropomórficos apresentados no vídeo ajudaram a tornar o assunto difícil em lúdico e acessível, então aproveitamos esse estilo com estética semelhante — realces de aquarela desenhados à mão e ilustrações personalizadas. Para equilibrar essa leveza, trouxemos a fotografia com a realidade e a gravidade. A paleta de cores ressoou com o cenário da marca adolescente para tornar o compartilhamento social ainda mais atraente.

Woman going through Stop Sextortion website on a computer

Milhões de visualizações, milhares de conversas

As conversas são tudo. Tendo essa campanha como inspiração, adolescentes de toda a América estão se aproximando e se apoiando mutuamente, nas redes sociais e face a face. Em apenas duas semanas, o vídeo acumulou bem mais de 1.000.000 de visualizações. O próprio site foi visitado 50.000 vezes — principalmente por adolescentes. A imprensa também notou, com a campanha exibida em sites de destaque, como Refinery 29, Huffington Post à People e muito mais.

Smartphone with a Huffpost publication about sextortion on the screen